quinta-feira, 7 de abril de 2016

As emoções

Caros leitores,

O medo pode por vezes exprimir amor, na sua forma mais sublime, tudo exprime amor quando a expressão está na sua forma mais sublime.
Por exemplo se a mãe que salva o filho de ser morto no meio do trânsito exprime medo ou amor?
 Ambos, medo pela vida do filho e amor suficiente para arriscar a própria vida para salvar da criança.
E aqui vemos que o medo na sua forma mais sublime se torna amor.....é amor....expresso como medo.
Tal como o medo tudo exprime amor de certa forma....
Da mesma forma que a inveja, a ira e o ódio são medo.....medo que é, de certa forma, amor.
Uma coisa leva à outra.
 O problema apenas surge quando uma das cinco emoções naturais é distorcida. Tornam-se então grotescas e irreconhecíveis  como evoluções de amor, quanto mais de Deus, que é  o que o amor absoluto é.


A tristeza é uma emoção natural. é uma parte tua que diz adeus mesmo quando não queres; exprimir- expelir, expulsar- a mágoa dentro de ti quando experiências qualquer tipo de perda, seja de um ente querido ou simplesmente uma lente de contacto.
Quando te é permitido exprimir a tristeza, livras-te dela. As crianças quando-lhes é permitido ficarem-tristes quando o estão faz-lhes desenvolver uma atitude muito saudável em relação à tristeza em adultas, e normalmente ultrapassam-na rapidamente.
As crianças ao qual se diz ''Vá-la não chores'', têm dificuldade em chorar quando adultas. Afinal, toda a vida lhes disseram para não o fazerem. Por isso reprimem a tristeza.
A tristeza reprimida, torna-se em depressão crónica, uma emoção nada natural.
Agora imaginem isso em escalas maiores, até houve gente que matou devido à depressão crónica.
Guerras que começaram, Nações que caíram.
A ira também é uma emoção natural. É o instrumento que te permite dizer ''não obrigado''. Não tem de ser abusiva, nem prejudicial para os outros. E as crianças que exprimem a sua ira desenvolvem atitudes muito saudáveis em relação a isso em adultas. E ultrapassam-na rapidamente, mas as crianças a quem se diz que sentir ira é errado e exprimi-la também  têm dificuldade em lidar adequadamente com ela. A ira continuamente reprimida transforma-se em raiva, uma emoção nada natural.

Sem comentários:

Enviar um comentário